26 de mai de 2010

O Inferno são os outros

É difícil me iludir, porque não costumo esperar muito de ninguém. Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, calor, gente BURRA e quem não sabe mentir direito. Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também. Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça, não atendo o telefone se não estou com vontade de conversar.Delicadeza com certeza não é o meu forte.Conversa de guri é muito mais interessante do que de gurias,fato.Despertador é bom para a gente se virar para o outro lado e dormir de novo.E assim vai.Aos trancos e barrancos sigo em frente.